11/08/2015

Santô e os Pais da Aviação

Image and video hosting by TinyPic O título honorífico pela paternidade da aviação é uma polêmica que se arrasta há um século. 
Quem foi o dono do primeiro vôo de um equipamento mais pesado que o ar? 
Seria o brasileiro Alberto Santos-Dumont ou os norte-americanos irmãos Wright?
O cartunista Spacca resolve colocar sua colher nessa polêmica e narra a evolução da aviação a partir da biografia romanceada de Santos-Dumont, dos irmãos Wright e de outros inventores da época.

09/08/2015

Hotel do Terror

A série antológica de humor negro, com a saga do Hotel Nicanor e seus tenebrosos hóspedes, era publicada na revista Spektro com a inigualável arte de Flavio Colin e roteiro de Juka Galvão (pseudônimo do quadrinhista e editor Ota, o Otacílio d’Assunção).
Na trama Os estranhos hóspedes do Hotel Nicanor, dois ladrões de joias em fuga acabam com o carro atolado perto de um hotel. Sem escolha, decidem hospedar-se para passar a noite. Mas são surpreendidos ao deparar-se com Nicanor, um idoso responsável pelo local, que implora a ambos que não passem a noite ali e que vão embora enquanto podem, já que está esperando hóspedes que não vão aceitar companhias indesejadas.
Eles não dão ouvidos às súplicas e exigem um quarto para dormir. Sem ter o que fazer, Nicanor pede que, ao menos, não saiam do quarto à noite, de maneira alguma.
Os avisos não surtem efeito. Ao ouvir uma voz feminina, um dos gatunos se aventura atrás da mulher e mal tem tempo de se esconder quando diversos monstros invadem o hotel. Eles vieram para a sua reunião de fim de semana, daí o lugar não ter mais reservas. Nicanor era obrigado a ser conivente com aquilo tudo.
Ao perceber que outros humanos estão no local, o presidente (líder dos estranhos seres), suas filhas (uma delas não come carne humana) e os monstros consideram que aquilo é um “presente” de Nicanor, na forma de comida fresca.
Muito tempo depois, em 1994, a saga seria retomada em título próprio, com o nome Hotel do Terror(formato americano, 24 páginas em preto e branco), produzido por Ota e lançado no selo Ota Comix.
No editorial, Ota conta que o sucesso da série quando publicada pela Vecchi ocorreu principalmente graças ao traço genial de Colin, e que com a contínua evolução da arte do desenhista, surgiu a ideia de fazer um remake.
Além disso, a série original tinha alguns furos e erros de continuidade que seriam arrumados. E também alguns fatos deixados no ar que seriam esclarecidos.
Ainda de acordo com o editorial, a série completa seria publicada em três volumes e havia até a ideia da criação de um RPG baseado no universo do Hotel do Terror. Mas, infelizmente, o título não passou do primeiro número, que trouxe três HQs, sendo um remake e duas inéditas.
- "Os estranhos hóspedes do Hotel Nicanor" revisita a primeira HQ da saga, mantendo o roteiro e a estrutura da HQ original, mas com nova arte de Colin. 
- "Perguntas" mostra o filho pequeno do presidente fazendo diversas perguntas a sua babá, esclarecendo como funciona o “governo” da Ilha Monstro. E, finalmente, 
- "Recordações" apresenta o começo de tudo e como Nicanor conheceu os monstros.

08/08/2015

MESMO DELIVERY - RAFAEL GRAMPÁ

O ex-boxeador Rufo, um brutamontes, é contratado pela companhia Mesmo Delivery para levar um caminhão a um determinado lugar. Com duas condições: que o contêiner não fosse aberto de jeito nenhum e que ele viajasse na companhia de Sangrecco, um fã de Elvis Presley considerado o braço direito do chefe. 

No meio do caminho, durante uma parada para esvaziar a bexiga, Rufo se envolve numa tremenda pancadaria num bar fuleiro. É então que os serviços da Mesmo Delivery são revelados... mas só para o leitor.

07/08/2015

Subs - Ulisses Tavares e Julio Shimamoto

Pelas calçadas do submundo, dois homens caminham. Poucos são capazes de enfrentar tais becos escuros, sujos e frios. Afinal, escondidos nas sombras, longe dos olhares da maioria, estão os terríveis Subs.

Todos evitam encontrá-los. Mesmo assim, os dois homens seguem em frente. Nada temem, estão armados - lápis, borracha, papel, pena e nanquim.

O Sub que se atrever a deixar o esconderijo, será capturado. Nove imprudentes o fizeram - e se tornaram histórias em quadrinhos, para sempre.

06/08/2015

Saga de Terror


Esta obra prima foi criada em 1987 pelo mestre do terror Jayme Cortez. A obra foi lançada postumamente, já que alguns meses antes Cortez tinha falecido.

Pra quem não sabe o artista foi importantíssimo para a história dos quadrinhos nacionais, tendo criado a editora Continental que só publicava material nacional, além disso ele foi o mentor do mais bem sucedido quadrinhista brasileiro: Mauricio de Souza.

                          DOWNLOAD

05/08/2015

Eu Sou o Pavor

Revista de Terror lançada pela longínqua Editora Kultus, na década de 70. A qualidade dos scans deixa muito à desejar, mas vale pelo valor histórico. 





04/08/2015

Fawcett - Flávio Colin e André Diniz

Fawcett, de André Diniz e Flavio Colin, publicada pela primeira vez pela editora Nona Arte, de Diniz, traz a história do coronel britânico Percy Harrison Fawcett, que em busca de uma cidade perdida e dos tesouros guardados nela, embrenhou-se nas selvas brasileiras em 1925, numa missão sem volta.

Ninguém jamais soube de fato o que aconteceu com o explorador, mas ele entrou para a história como um dos maiores aventureiros de todos os tempos, uma verdadeira lenda.

03/08/2015

Mike Deodato - Noite Mortal - Santa Claws



Este é o primeiro trabalho do brasileiro Mike Deodato Jr. para o mercado americano. Na história vamos conhcer Nicki, uma funcionária de um Shopping Center tendo que trabalhar em plena véspera de natal, que se vê perseguida por uma criatura que está matando quem aparece na sua frente vestindo uma roupa de papai noel. Quando não resta mais esperança, quem aparece para salvá-la, oras, o Papai Noel em pessoa... e armado até os dentes.  

02/08/2015

Gang Portela

Fanzine de anos oitenta, produzido pela família Portela. A turma é grande, Wilde, Watson, Wahyta, Tête [Fafá Jaepelt], Wavson e André, claro que o mais conhecido, até pela história nos quadrinhos é Watson Portela, desenhista de traço preciso, roteiros inusitados e ideias inovadoras que foi um ídolo em uma época explosiva de revistas nacionais nas bancas, e continua sendo uma referência no quadrinho nacional até os dias de hoje.

01/08/2015

Terror Especial # 01

- Edição Especial de Quadrinhos Eróticos

- Após a Chapoletada ela resolve satisfazer seus Intintos Bestiais

- Toda Mulher tem uma Aranha


Scans e Restauração de Fernando Thomazi